Férias e viagem: “Day Care” é alternativa para pets em tratamento

Férias e viagem: “Day Care” é alternativa para pets em tratamento
10 de julho de 2017 Sumara Mesquita

 

O Hospital Clinicão & Gato dispõe da internação “Day Care”, uma hospedagem com  cuidados especiais para pacientes que estejam em tratamento ou precisem de ajuda profissional

As férias de julho chegaram e, além de planejar a viagem, é hora também de planejar o que fazer com o pet para que ele não sofra com a ausência do dono, não adoeça com alimentação inadequada e, no caso dos doentes crônicos, não tenha o quadro agravado com a falta de cuidados especiais.

Para quem vai viajar, a veterinária Mariane Arakaki, chefe da equipe de veterinários do Hospital Clinicão & Gato, sugere que o ideal é levar o animal junto. “Se isso não for possível, o mais correto é planejar a viagem com antecedência para poder decidir onde deixar o pet e evitar problemas”.

Mariane destaca a importância do cuidado redobrado com os animais domésticos que vão permanecer em casa e são portadores de doenças crônicas, como diabetes, doenças renais, convulsões e pacientes oncológicos. Na maioria dos casos, eles necessitam de medicamentos de uso contínuo.

Para animais com esse perfil, o Hospital Clinicão & Gato, que funciona 24 horas, inclusive em feriados e finais de semana, dispõe da internação “Day Care”, uma hospedagem com  cuidados especiais para pacientes que estejam em tratamento ou precisem de ajuda profissional. “Nosso Hospital atende muitos pets com doenças crônicas e que precisam ser medicados continuamente”, conta a veterinária. Segundo Mariane, nesses casos é de suma importância contar com alguém que conheça o animal e suas necessidades. “Já vimos casos de bichinhos com doença crônica que tiveram piora no quadro de saúde por terem sido deixados sem uma atenção específica”.

Ela cita como exemplo o caso de um animal diabético que foi deixado com cuidador que administrou a dose errada de insulina. Infelizmente, o bichinho acabou morrendo. “Todo animal que utiliza algum tipo de medicamento contínuo tem que ser tratado por alguém que conheça a medicação, saiba administrar a dose e a frequência exata. Nesses casos, a dúvida pode ser fatal”, alerta.

No “Day Care” do Hospital Clinicão & Gato, o animal vai contar com monitoramento 24 horas na internação, assistência especializada, acesso a exames, refeição específica, e claro, muito carinho e atenção.

Dicas para viajar e deixar o pet em casa:

  • Converse com o veterinário, faça um check-up e atualize as vacinas ( para quem leva o pet junto, saiba que agências de viagem e hotéis costumam fazer essa exigência)
  • O cuidador deve visitar o animal de uma a duas vezes ao dia para oferecer a quantidade certa de ração e trocar a água
  • Deixe o telefone do veterinário com o cuidador em caso de dúvidas ou emergência
  • Se seu cão está acostumado a passear, é fundamental que o cuidador saia com ele para caminhadas ao ar livre
  • Manter a higiene do local onde ele e dorme e come é essencial
  • Gatos gostam de ficar em casa. Tirá-los do ambiente que conhecem muito provavelmente vai deixá-los estressados.
  • Faça uma planilha com as medicações de uso contínuo, com horário, doses e frequência para evitar erros.

fonte: Tarantina

Foto: A enfermeira Bia Cantalice com paciente do Clinicão e Gato.

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*