Obesidade em animas já é considerada doença pela OMS

Obesidade em animas já é considerada doença pela OMS
16 de outubro de 2015 Sumara Mesquita

Hospital Clinicão & Gato oferece o Programa Círculo da Saúde com triagem e controle nutricional

Assim como na medicina humana, a obesidade em animais de estimação também é uma realidade que já apresenta alta incidência. A diferença é que os animais se alimentam do que lhes é servido, portanto, a obesidade pode ser evitada se o proprietário controlar a quantidade e qualidade do que oferece a seus pets.

A OMS Organização Mundial de Saúde, considera a obesidade animal uma doença, podendo predispor os pets ao diabetes, doenças ortopédicas renais e dermatológicas, redução da imunidade, constipação, pancreatite, além da redução na expectativa de vida.

A médica veterinária Mariane Arakaki, do Hospital Veterinário Clinicão & Gato, em Jundiaí, conta que a incidência de obesidade em animais tem aumentado muito e preocupado os veterinários. “Há muita oferta de produtos e uma variedade imensa de rações e petiscos mais palatáveis. Ao mesmo tempo, o espaço físico das residências diminuiu, a exemplo dos apartamentos, o que leva o animal a se exercitar bem menos”, avalia a médica.

Mariane informa que o diagnóstico da obesidade costuma ser realizado de forma prática, por meio de avaliação clínica, com auxílio de medidas específicas do corpo e pesagem, permitindo quantificar o grau de alteração dos animais, desde o crescimento do filhote até o peso ideal na vida adulta. “De acordo com o peso e a avaliação clínica, podemos determinar a quantidade de alimento a ser ofertado”.

 

Combatendo o mau

A prevenção da obesidade tem que ser iniciada desde que o animal é filhote para o cálculo equilibrado da quantidade de alimento e exercícios físicos. “Se houver de fato o diagnóstico de obesidade ou sobrepeso, é preciso ajuda de um médico veterinário para identificar os problemas, como quantidade errada, petiscos calóricos e sedentarismo”, destaca Mariane.

 

A médica conta que vários animais atendidos no Clinicão & Gato conseguiram ter a taxa de colesterol e triglicérides reduzidas somente com o controle do peso. “Casos como problemas ortopédicos com dor crônica e ruptura no ligamento do joelho obtiveram grande melhora com a redução de peso”.

 

Círculo da Saúde

 

Os clientes do Hospital Clinicão & Gato também dispõem do Programa Círculo da Saúde, no qual os animais passam por triagem, incluindo o controle individual. “Essa avaliação é dirigida aos animais pacientes do Clinicão. Basta um agendamento prévio”, informa Mariane Arakaki.

 

Saiba mais sobre os serviços do Hospital Clinicão & Gato na página oficial no Facebook e  www.facebook.com/clinicao.hospitalveterinario ou pelo telefone 4582-2239.

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*